Cearense Artur Silva e paulista Júlia Santos são os campeões brasileiros de surf 2019

Cearense Artur Silva e paulista Júlia Santos são os campeões brasileiros de surf 2019

TÍTULOS FORAM DEFINIDOS NESTE DOMINGO NO HD APRESENTA SURF TRIP CBSURF

PRO TOUR EM UBATUBA, QUE TEVE VITÓRIAS DE DOUGLAS SILVA E JESSICA BIANCA

O cearense de Fortaleza, Artur Silva, e a paulista de Santos, Júlia Santos, são os campeões brasileiros de surf profissional 2019. Os dois garantiram as conquistas no HD apresenta Surf Trip CBSurf Pro Tour, a terceira e última etapa do Circuito da Confederação Brasileira de Surf, encerrada neste domingo (8), na Praia Grande, em Ubatuba, litoral norte de SP, que teve como vencedores o pernambucano radicado no Rio de Janeiro, Douglas Silva, e a paranaense de Matinhos, Jessica Bianca.

Com ondas pequenas, a competição chegou a ser interrompida por mais de duas horas para que as condições melhorassem e as decisões foram “recheadas” de emoção. No masculino, Artur comemorou o título da areia, depois que o catarinense Luan Wood perdeu na semifinal. Já entre as mulheres, a disputa foi mais acirrada e definida somente na finalíssima entre Júlia, única atleta (tanto no masculino quanto na feminina) a chegar na final das três etapas este ano, e Camila Cássia, competindo “em casa”.

“Foi tenso demais. Estava ansioso desde cedo. Eu não consegui surfar o que queria, pelas condições do mar, mas estou feliz. É o resultado do trabalho do ano todo e isso foi tudo graças a Deus”, vibrou Artur. “Esse título representa muito. Minha família, meus amigos sabem o quanto eu me dedico. Para o meu estado também foi muito importante e agora levo mais uma conquista para o Ceará”, disse o surfista da Praia do Futuro, que está com 29 anos.

Artur chegou a Ubatuba em grande vantagem e só precisava avançar uma bateria, mas perdeu em sua estreia, ficando em 17º lugar dando a chance de Luan Wood ser campeão, caso vencesse a etapa. O surfista de Santa Catarina chegou à semi e terminou em quinto lugar, não avançando por menos de meio ponto. Já campeão, ele fez questão de lembrar quem mais o incentivou. “Meus pais me ajudaram muito e meu padrinho de surf é o Adillton Mariano, me deu prancha, pagava minhas inscrições. Eles fazem parte desse título”, ressaltou.

Na final, Douglas Silva, com um 7,5, fez a diferença. O catarinense Alex Lima chegou próximo, com o paulista Robson Santos e em quarto, Tiago Silva, que teve a melhor nota do evento, 8,5, ainda nas quartas-de-final. “Quero agradecer a Deus, aos meus patrocinadores e muito à Silvana Lima, que está me dando uma grande força no Rio de Janeiro, uma grande estrutura, sem esquecer uma pessoa muito especial, a minha namorada, sempre comigo”, festejou o competidor de 21 anos.

FEMININA – A nova campeã brasileira, Júlia Santos, também falou da emoção e alegria de chegar ao primeiro título profissional. “Era um título que eu sonhava desde que comecei a surfar. Não tenho como descrever esse sentimento. Quero agradecer muito a Deus, porque passei por umas situações difíceis, me lesionei, fiquei na dúvida se ia conseguir, e Ele foi tão bom que mudou a data do campeonato e deu tempo para me recuperar”, comemorou a surfista de 21 anos.

“Quero dedicar o título para a minha mãe, que sempre me apoiou, para a toda a minha equipe, principalmente o meu técnico Pedro Souza”, agradeceu a atleta, beijando a tatuagem no braço que tem o nome de sua mãe, Iolanda. “Ela é guerreira”, elogiou. “Eu acreditei até o final, eu sabia que ia ser difícil, por ter a Camila, mas em nenhum momento me intimidei. Sabia que ela só não podia vencer o campeonato. Quando vi que a Jessica tirou um 6, fiquei mais confortável”, contou.

Na disputa pelo título, Tais Almeida, de Saquarema, chegou como líder, mas perdeu logo na estreia, ficando em nono lugar, deixando a disputa para Júlia e Camila Cássia. Na final, surfista de Ubatuba saiu na frente, mas Jessica virou de terceiro para primeiro com uma nota 6,17 e se manteve na ponta até o final.

Camila terminou em segundo e Júlia na sequência, com outra surfista local, Açucena Vaz completando o pódio. “Esse é o meu primeiro ano como profissional, minha primeira vitória. Estava muito confiante nessa etapa, porque eu já morei aqui, surfava muito aqui na Praia Grande e tinha certeza que ia me dar bem. Deu tudo certo”, contou a atleta de 25 anos.

O empresário Marcio Bernardinello, diretor do Grupo STK, que gerencia as redes de lojas Surf Trip, Kyw e Super Tubes, ficou feliz com o sucesso do evento em Ubatuba. As marcas também patrocinaram duas semanas antes a disputa do título paulista na mesma Praia Grande, em parceria com o Grupo Eixo. “Estamos bem satisfeitos. Fizemos vários eventos e fechando com chave de ouro, com um circuito de abrangência nacional, super importante, e a gente espera para 2020 continuar acelerando como foi esse ano”, disse.

No total, a etapa reuniu surfistas de 11 estados. Além de Camila e Açucena, Ubatuba teve como destaques Gabriel Adisaka e Wesley Leite, que terminaram em sétimo lugar, na semifinal, mesma colocação de Kamile Soares. O ranking completo de 2019 estará disponível no site da Confederação Brasileira de Surf, o www.cbsurf.com.br.

O HD apresenta Surf Trip CBSurf Pro Tour teve os apoios de Super Tubes, Kyw, Surf Skate Mag, Surf Trip Tour, Filipe Toledo Surf Store e Atmosfera Incorporadora. Realização da Federação Paulista de Surf e Confederação Brasileira de Surf em parceria com a Associação Ubatuba de Surf (AUS) e Prefeitura Municipal de Ubatuba, através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

RESULTADOS

MASCULINO

1 Douglas Silva – PE (RJ)

2 Alex Lima – SC

3 Robson Santos – SP

4 Tiago Silva – PE

5 Luan Wood – SC

5 Samuel Igo – PB

7 Gabriel Adisaka – SP

7 Wesley Leite – SP

 

FEMININO

1 Jessica Bianca – PR

2 Camila Cássia – SP

3 Júlia Santos – SP

4 Açucena Vaz – SP

5 Jülia Duarte – RJ

5 Monik Santos – PE

7 Kayane Reis – RJ

7 Kamile Soares – SP


Créditos Fotográficos :MUNIR EL HAGE

Divulgação e créditos por: FMA NOTÍCIAS – Fábio Maradei

Fábio Maradei Notícias

 

 

(Visited 20 times, 1 visits today)

Adriel

Gerente Surfbrazukas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.